O que é Divórcio Judicial?

O divórcio judicial será realizado quando existir filhos menores de idade ou se o casal estiver em constante conflito (litigioso). Ressalta-se que não será de comum acordo quando um dos cônjuges não concordar com algum dos termos do divórcio, seja a divisão dos bens, fixação da guarda entre outros detalhes.

Valores

O divórcio judicial será realizado quando existir filhos menores de idade ou se o casal estiver em constante conflito (litigioso). Ressalta-se que não será de comum acordo quando um dos cônjuges não concordar com algum dos termos do divórcio, seja a divisão dos bens, fixação da guarda entre outros detalhes.

Requisitos do Divórcio Judicial?

O divórcio judicial será realizado quando existir filhos menores de idade ou se o casal estiver em constante conflito (litigioso). Ressalta-se que não será de comum acordo quando um dos cônjuges não concordar com algum dos termos do divórcio, seja a divisão dos bens, fixação da guarda entre outros detalhes.

O divórcio judicial será realizado quando existir filhos menores de idade ou se o casal estiver em constante conflito (litigioso). Ressalta-se que não será de comum acordo quando um dos cônjuges não concordar com algum dos termos do divórcio, seja a divisão dos bens, fixação da guarda entre outros detalhes.

planos de
saúde

Clique aqui e

Fale comigo 

pelo Whatsapp

edit 12.gif

Tire todas suas dúvidas sobre Plano de Saúde. Escolha uma das opções a seguir

O que é ?

Um seguro de saúde ou plano de saúde constitui um seguro de proteção das pessoas contra o risco de terem que vir a incorrer em despesas médicas.

 

Quanto custa ?

O valor dos honorários advocatícios para propositura de Ação relacionado à Plano de saúde é de 1 salário + 20 a 30% do valor obtido no final da ação, podendo variar de acordo com cada caso.

PARCELAMOS EM ATÉ 12X NO CARTÃO.

CLIQUE AQUI E AGENDE AGORA UMA CONSULTA COM UM ADVOGADO, SEM CUSTO E SEM COMPROMISSO.

CARTÃO.png
 
 

Dúvidas frequentes

 Qual prazo legal da carencia do plano de saude?

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), estabelece prazo para que o consumidor comece a utilizar os planos de saúde, é a chamada "carência". Os prazos máximos definidos pela Lei 9656/98 são: 24 horas para casos de urgência e emergência; 300 dias para parto e 180 dias para as demais situações.

fonte:http://www.procon.sc.gov.br/index.php/outros-destaques/951-planos-de-saude-prazos-de-carencia-e-espera-para-o-atendimento#:~:text=A%20Ag%C3%AAncia%20Nacional%20de%20Sa%C3%BAde,dias%20para%20as%20demais%20situa%C3%A7%C3%B5es.

Como funciona a carência do plano de saúde empresarial?

A carência é o prazo estabelecido em contrato entre as partes envolvidas que define em quanto tempo após a contratação o beneficiário terá direito a utilizar o plano.

fonte:https://www.gndi.com.br/saude/duvidas-frequentes-sobre-planos-de-saude/artigos/como-funciona-o-plano-de-saude-empresarial

É possível pagar a carência do plano de saúde?

Não pode haver carência e o plano de saúde deve pagar tudo, sem exceção. Não aceite ser transferido ao SUS e nem precisa pagar a conta se a situação for grave.

fonte:https://eltonfernandes.com.br/pagar-carencia-plano-de-saude

O que é o prazo de carência?

O período contratual, determinado na legislação de saúde suplementar, em que o usuário contribuirá com o pagamento de mensalidades sem usufruir de algumas coberturas. O período de carência para consultas, internações, procedimentos e exames deve estar obrigatoriamente expresso de forma clara no contrato.

fonte:http://www.ans.gov.br/aans/index.php?option=com_centraldeatendimento&view=pergunta&resposta=21

O que é a carência do plano de saúde?

É o período previsto em contrato no qual é paga a mensalidade mas ainda não se tem acesso a determinadas coberturas previstas. A operadora pode estabelecer o prazo de carência em razão da necessidade de fazer uma reserva para garantir os atendimentos desde que sejam dentro dos limites da lei.

fonte:https://vann.jusbrasil.com.br/noticias/137325430/duvidas-frequentes-sobre-plano-de-saude-carencia

Quanto tempo de carência tem o plano da Unimed?

Os prazos de carência:
30 dias para consultas em consultórios médicos e exames básicos (análises clínicas, ultrassom, etc.) 90 dias para exames de alta complexidade (endoscopia, ecocardiogrma, holter, etc.) 180 dias para internações programadas.

fonte:https://www.unimed.coop.br/web/santabarbara/noticias-unimed/-/asset_publisher/0odaoOAXWeGr/content/-blog-unimed-o-que-sao-as-carencias-no-plano-de-saude-?inheritRedirect=false&redirect=https%3A%2F%2Fwww.unimed.coop.br%2Fweb%2Fsantabarbara%2Fnoticias-unimed%3Fp_p_id%3D101_INSTANCE_0odaoOAXWeGr%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-1%26p_p_col_count%3D1

Como funciona a carência do plano de saúde para parto?

Nos casos de parto a termo, ou seja, aquele que ocorre a partir de 38ª semana de gestação, a carência costuma ser de 300 dias. Em casos de partos prematuro, ou seja, até o fim da 37ª semana, a carência máxima exigida por um plano é de 180 dias.

fonte:https://www.gndi.com.br/saude/duvidas-frequentes-sobre-planos-de-saude/artigos/carencia-para-gestacao-parto-e-nascimento

Como funciona o plano de saúde pago pela empresa?

Como é feita a cobrança? Nos planos de saúde empresariais, a maior parte das cobranças feitas diretamente aos funcionários ocorre na forma de coparticipação. Ou seja, a empresa arca com uma certa quantia para garantir o serviço aos seus funcionários e cada indivíduo paga uma parcela dos procedimentos utilizados.

fonte:https://blog.goldencross.com.br/como-funciona-o-plano-de-saude-empresarial/

Quem pode ser dependente em plano de saúde empresarial?

Nos planos coletivos – intermediados por pessoa jurídicas, como o empregador, associações ou sindicatos –, desde que previsto em contrato, podem aderir ao plano de saúde o grupo familiar até o terceiro grau de parentesco consanguíneo, até o segundo grau de parentesco por afinidade, cônjuge ou companheiros

fonte:https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2016/05/30/internas_economia,767353/lei-garante-incluir-dependentes-em-plano-de-saude.shtml

O que fazer quando o plano de saúde nega material para cirurgia?

Intime-se pessoalmente a recorrida. Desta forma, o paciente que tiver recusada a cobertura dos materiais cirúrgicos para seu procedimento, deverá procurar imediatamente um advogado especialista em plano de saúde, a fim de ingressar na Justiça buscando a autorização da cirurgia.

fonte:https://eltonfernandes.com.br/plano-de-saude-nao-pode-recusar-a-cobertura-dos-materiais-cirurgicos-prescritos-pelo-medico#:~:text=Intime%2Dse%20pessoalmente%20a%20recorrida.&text=Desta%20forma%2C%20o%20paciente%20que,buscando%20a%20autoriza%C3%A7%C3%A3o%20da%20cirurgia.

Quanto tempo de carência para cirurgia?

Atualmente, os prazos máximos de carência definidos pela legislação são os seguintes: 24 horas, para atendimentos de urgência e emergência; 300 dias, para parto; e 180 dias, para cirurgias.

fonte:https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/05/15/cas-aprova-fim-de-carencia-de-planos-de-saude-em-casos-de-urgencia

Quem pode ser dependente em plano de saúde?

Conforme a ANS, podem ser dependentes no plano de saúde os dependentes diretos do titular do plano. Sendo esses: Parentes de 1º a 3º grau consanguíneo (pais, filhos, netos, avós, tios, sobrinhos, etc.); ... Parentes por afinidade (sogros).

fonte:https://www.corretoracedro.com.br/blog/quem-pode-ser-dependente-no-plano-de-saude/

O que os planos de saúde devem cobrir?

PO plano só é obrigado a oferecer o que estiver no contrato, de acordo com a segmentação (referência, ambulatorial, hospitalar, obstetrícia, odontológica e suas combinações) e a cobertura para os procedimentos previstos na lista da cobertura mínima obrigatória pelos planos de saúde estipulada pela ANS...

fonte:http://www.ans.gov.br/planos-de-saude-e-operadoras/espaco-do-consumidor/48-planos-de-saude-e-operadoras/espaco-do-consumidor/perguntas-frequentes/750-central-de-atendimento-o-que-o-seu-plano-deve-cobrir

O que os planos de saúde têm que cobrir?

O plano ambulatorial cobre basicamente consultas médicas, exames e tratamentos, mas os atendimentos de urgência e emergência só são cobertos nas 12 primeiras horas. Já os planos hospitalares garantem a cobertura de serviços que exijam internação.

fonte:https://epocanegocios.globo.com/Brasil/noticia/2017/09/o-que-o-plano-de-saude-e-obrigado-cobrir.html

Quando a operadora de saúde deve garantir o transporte?

De acordo com a regra, as operadoras de convênios médicos são obrigadas a assegurar transporte do paciente e de eventual acompanhante para outros municípios em caso de inexistência de prestador do serviço na localidade.

fonte:https://agu.jusbrasil.com.br/noticias/100257167/agu-comprova-que-operadoras-de-planos-de-saude-devem-realizar-transporte-de-pacientes-para-atendimento-em-outros-municipios

Quais as cirurgias plásticas que os planos de saúde cobrem?

  • Retirada de excesso de pele. ...

  • Reconstrução da mama. ...

  • Redução de mamas. ...

  • Queloides, cicatrizes hipertróficas e queimaduras. ...

  • Blefaroplastia. ...

  • Órteses e próteses. ...

  • Saúde em jogo.

fonte:https://planodesaude.net.br/blog/plano-de-saude-cobre-ou-nao-cirurgia-plastica/

O que é considerado urgência e emergência pela ANS?

Qual é a diferença entre atendimento de urgência e de emergência? Conforme a Lei que regulamenta os planos de saúde (Lei nº 9.656/98), casos de emergência são aqueles em que há risco imediato de morte ou de lesões irreparáveis para o paciente. Por exemplo, um infarto do coração.

fonte:http://www.ans.gov.br/aans/index.php?option=com_centraldeatendimento&view=pergunta&resposta=14

Quando o plano de saúde não tem especialista?

De acordo com dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), cerca de 47,22 milhões de brasileiros possuem planos de saúde.

fonte:https://isabellacalves.jusbrasil.com.br/artigos/742132558/plano-de-saude-e-condenado-por-nao-indicar-medico-especialista

Como entrar na Justiça contra o plano de saúde?

O consumidor tem seus direitos garantidos e preservados pela justiça. Caso precise entrar com uma liminar contra um plano de saúde, entre em contato com escritório de advocacia.

fonte:https://grradvogados.com.br/liminar-contra-plano-de-saude/

O que fazer diante da negativa de autorização pelo plano de saúde?

Na maioria das vezes, a pessoa que entra com a ação contra o convênio costuma ganhar a causa. As seguradoras de saúde podem ser consideradas fornecedoras de serviço e seus usuários são consumidores. Sendo assim, podem ser aplicadas as regras do Código de Defesa do Consumidor, em conjunto com leis mais específicas da área de saúde, bem como a Lei 9656 de 1998, que regula planos de saúde.

É direito do consumidor requisitar a realização de procedimentos, pedir o ressarcimento pelos custos financeiros que se viu obrigado a fazer e exigir a indenização por danos morais, já que tais situações costumam gerar estresses psicológicos.

fonte:https://www.rosenbaum.adv.br/orientacoes-negativa-de-cobertura-do-plano-de-saude/

Qual a idade limite do dependente em plano de saúde?

Para efeitos fiscais de imposto de renda, a Receita Federal considera que filhos ou enteados são dependentes do plano de saúde até completarem 21 anos, e em qualquer idade desde que portadores de necessidades especiais.

fonte:https://segurosinteligentes.com.br/portalrh/qual-a-idade-limite-para-manter-os-filhos-no-plano-de-saude/

Quando a operadora de saúde deve garantir o transporte?

De acordo com a regra, as operadoras de convênios médicos são obrigadas a assegurar transporte do paciente e de eventual acompanhante para outros municípios em caso de inexistência de prestador do serviço na localidade.

fonte:https://agu.jusbrasil.com.br/noticias/100257167/agu-comprova-que-operadoras-de-planos-de-saude-devem-realizar-transporte-de-pacientes-para-atendimento-em-outros-municipios

O que fazer quando o plano de saúde não cobre realização de exame?

Está no contrato: cobertura contra todo tipo de doença. Mas quando se precisa do plano de saúde, ele nega o exame ou o tratamento. Quem se sentir prejudicado deve denunciar para a Agência Nacional de Saúde (ANS) e também para a Justiça.

fonte:http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2011/09/medico-pediu-exame-mas-o-plano-nao-aprovou-saiba-o-que-fazer.html

O que fazer se o convênio não autoriza uma cirurgia?

A operadora que se negar a cobrir determinado procedimento deverá fazer essa comunicação por escrito, sempre que o beneficiário do plano solicitar. A negativa deverá estar em linguagem clara, indicando a cláusula contratual ou o dispositivo legal que a justifique

fonte:https://minhasaude.proteste.org.br/saiba-o-que-fazer-em-caso-de-negativa-de-atendimento-pelo-plano-de-saude/

o que fazer quando o plano de saúde nega internação?

Portanto, o prazo para cobertura de internação de urgência ou emergência é de 24 horas após a contratação do plano de saúde. E o consumidor que sofrer negativa de atendimento ou de internação nestas condições deve buscar a intervenção do Poder Judiciário para fazer valer o seu direito.

fonte:

Advogados para o seu Divórcio

Rua da Bahia 905, salas 905/906 - Centro Belo Horizonte

Tel.: (31) 2555-8280 Whatsapp: (31) 2555-8280

Email: jeanpierreadvg@gmail.com             
© 2019 - Direitos reservados.