O que é Divórcio Judicial?

O divórcio judicial será realizado quando existir filhos menores de idade ou se o casal estiver em constante conflito (litigioso). Ressalta-se que não será de comum acordo quando um dos cônjuges não concordar com algum dos termos do divórcio, seja a divisão dos bens, fixação da guarda entre outros detalhes.

Valores

O divórcio judicial será realizado quando existir filhos menores de idade ou se o casal estiver em constante conflito (litigioso). Ressalta-se que não será de comum acordo quando um dos cônjuges não concordar com algum dos termos do divórcio, seja a divisão dos bens, fixação da guarda entre outros detalhes.

Requisitos do Divórcio Judicial?

O divórcio judicial será realizado quando existir filhos menores de idade ou se o casal estiver em constante conflito (litigioso). Ressalta-se que não será de comum acordo quando um dos cônjuges não concordar com algum dos termos do divórcio, seja a divisão dos bens, fixação da guarda entre outros detalhes.

O divórcio judicial será realizado quando existir filhos menores de idade ou se o casal estiver em constante conflito (litigioso). Ressalta-se que não será de comum acordo quando um dos cônjuges não concordar com algum dos termos do divórcio, seja a divisão dos bens, fixação da guarda entre outros detalhes.

Ação de
cobrança

Clique aqui e

Fale comigo 

pelo Whatsapp

Advogado icone.png

Tire todas suas dúvidas sobre Ação de cobrança. Escolha uma das opções a seguir

 

O que é a Ação de Cobrança?

É a  Ação movida pelo credor para haver do devedor o crédito que lhe é devido.

Existem hoje três tipos de ações de Cobrança Judiciais:

  • Ação de Execução de Título Extrajudicial.

  • Ação Monitória.

  • Ação de Cobrança Procedimento Comum.

É o procedimento por meio do qual o Poder Judiciário é acionado pelo credor com o intuito de coagir judicialmente — por meio de instrumentos próprios — o pagamento pelo devedor de um crédito devido. Ou seja, é uma espécie de recuperação do crédito por meio da via judiciária.

 

Quanto custa fazer uma 

Ação de Cobrança?

O custo de uma ação de execução de título judicial ou extrajudicial é:

a) Propositura e acompanhamento, Honorários de 20% sobre o proveito econômico, observado o mínimo de R$2.500,00.

b) Propositura e acompanhamento de Embargos do Devedor, Honorários de 20% sobre o débito, mínimo de R$2.500,00

PARCELAMOS EM ATÉ 12X NO CARTÃO.

CLIQUE AQUI E AGENDE AGORA UMA CONSULTA COM UM ADVOGADO, SEM CUSTO E SEM COMPROMISSO, PARA TRATAR DE SUA AÇÃO DE COBRANÇA.

CARTÃO.png

SOLICITE UM ORÇAMENTO AGORA

CLIQUE AQUI E SOLICITE AGORA UM ORÇAMENTO DO SEU CASO ESPECÍFICO.

orçamento_advogado_online_ícone.png
 

Dúvidas frequentes

Como funciona a ação de cobrança?

O credor entra com uma ação na Justiça para cobrança daquele débito, que deve ter obrigação certa, líquida e exigível. O que pode ser feito a partir do vencimento da dívida. O devedor é notificado sobre o processo, em seguida é aberto um prazo para o pagamento da dívida ou a indicação de bens como garantia.

 

Fonte: https://www20.opovo.com.br/app/opovo/economia/2016/03/30/noticiasjornaleconomia,3595647/execucao-de-divida-nao-precisa-de-comunicacao-previa.shtml

Quais são as ações de cobrança?

Existem hoje três tipos de ações de Cobrança Judiciais:

  • Ação de Execução de Título Extrajudicial.

  • Ação Monitória.

  • Ação de Cobrança Procedimento Comum.

Fonte: https://comiadvogados.com.br/acoes-de-cobranca-em-geral/

Onde deve ser proposta a ação de cobrança?

Nas ações derivadas de relação de consumo, o foro do domicílio do consumidor caracteriza-se como regra de competência absoluta. No caso concreto, tratando-se de ação de cobrança decorrente de relação de consumo, a ação deve tramitar no foro do domicílio do réu-consumidor 

Fonte:https://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca?q=A%C3%87%C3%83O+DE+COBRAN%C3%87A+FORO+COMPETENTE

O que é uma ação judicial de cobrança?

A ação de cobrança ou cobrança judicial acontece quando uma pessoa ou empresa cobra uma dívida na Justiça. Ela parte do mesmo princípio da ação judicial, ou seja duas partes que discordam de um fato. Mas neste caso, os envolvidos não conseguem resolver o pagamento de uma dívida por meio de uma negociação.

Fonte: https://www.serasa.com.br/ensina/dicas/acao-judicial-entenda-como-funciona/

Como funciona o processo de cobrança judicial de dívidas bancárias?

O que é a cobrança judicial de dívida bancária? Trata-se de um procedimento no qual a Justiça é acionada pelo credor com a intenção de fazer que o devedor pague as pendências judicialmente. Portanto, isso funciona como uma recuperação de crédito usando os meios judiciais.

Fonte: https://blog.kitei.com.br/como-evitar-que-a-cobranca-judicial-de-divida-bancaria-aconteca/

O que acontece quando uma dívida é cobrada judicialmente?

Se depois de várias tentativas nada deu certo e um acordo entre o devedor e a empresa não foi feito, acontece a cobrança judicial, ou seja, a cobrança passa a ser feita através da justiça. ... É interessante tanto para o devedor quanto para a empresa evitar chegar à justiça para regularizar a dívida.

Fonte: https://www.hoepers.com/cobranca-judicial-entenda-como-a-divida-chega-a-este-ponto/

 

Qual o prazo de prescrição das dívidas?

No caso das pendências de contratos, como dívidas bancárias de cartões de crédito e financiamentos, o prazo é de cinco anos. Já quando a lei não fixar prazo menor, o prazo é de dez anos. É importante saber que esse prazo para prescrição é válido apenas se o credor nunca tiver cobrado a dívida judicialmente.

Fonte: https://exame.com/seu-dinheiro/tenho-dividas-ha-mais-de-cinco-anos-o-banco-ainda-pode-me-cobrar/

Quais os artigos da ação de cobrança?

A ação de cobrança é a intervenção judicial cabível em face do devedor, quando não existir um título executável e for necessário o reconhecimento do direito (ação de conhecimento), nos termos do Art. 389 do Código Civil.

Fonte: https://modeloinicial.com.br/peticao/acao-de-cobranca

Qual a diferença da ação monitória para a ação de cobrança?

Ação Monitória. A ação monitória, por seu turno, conforme adiantamos acima e ao lado da ação de cobrança, busca do juiz a declaração da existência do direito pessoal de crédito, ou seja, requer o reconhecimento de que há uma obrigação a ser cumprida por uma parte devedora em face da parte credora.

Fonte:https://exceptio.jusbrasil.com.br/artigos/515195280/cobranca-monitoria-e-execucao-qual-a-diferenca

Qual ação cabível para cobrança de cheque?

Nos termos da Lei 5.474 /68, o foro competente para cobrança de duplicata ou triplicata é o da praça de pagamento ou do domicílio do comprador.

Fonte:https://www.jusbrasil.com.br/buscaq=COMPET%C3%8ANCIA+TERRITORIAL.+A%C3%87%C3%83O+DE+COBRAN%C3%87A

Como faço para cobrar uma dívida judicialmente?

O que você DEVE fazer na hora de cobrar uma dívida

  1. Converse com o devedor de forma amigável. Seja sempre prestativo e amigável com o devedor, seja ele um amigo, familiar ou cliente. ...

  2. Negocie. ...

  3. Lembre-o do compromisso feito com você ...

  4. Mostre-se à disposição para aceitar a dívida em outras formas de pagamento.

Fonte: https://andrebona.com.br/como-cobrar-uma-divida-de-alguem-que-esta-lhe-devendo/

O que acontece se eu não pagar uma dívida judicial?

Quando o devedor não paga o débito, pode ocorrer: bloqueio na conta bancária, inscrição do nome nos órgãos de restrição ao crédito, restrição de circulação e transferência de veículo, penhora de bens de valor substancial e penhora de ações e quotas de sociedades empresárias.

Fonte: https://aliceaquino.jusbrasil.com.br/artigos/710523536/recebi-uma-citacao-para-pagar-uma-divida-mas-nao-tenho-grana-o-que-faco

O que é uma cobrança extra judicial?

Este tipo de cobrança é realizado entre as partes (credor e devedor) sem a participação do Judiciário. Por tornar possível o diálogo entre credor e devedor para que a dívida seja paga, a cobrança extrajudicial é também chamada de “cobrança amigável”

Fonte: https://www.consumidorpositivo.com.br/educacao-financeira/qual-a-diferenca-entre-cobranca-extrajudicial-e-judicial/

Quais os requisitos da ação?

Entendemos, portanto, que na concepção do CPC de 1973 as "condições da ação" são requisitos processuais, quais sejam: legitimidade, interesse de agir e possibilidade jurídica do pedido, imprescindíveis para o regular trâmite processual e eventual julgamento do mérito.

Fonte: https://www.migalhas.com.br/depeso/240249/o-novo-cpc-e-as-inovacoes-no-instituto-das-condicoes-das-acoes

O que é ajuizamento da dívida?

Essa é a ação para a cobrança de títulos vencidos, ou seja, de dívidas que já prescreveram, de acordo com os prazos estabelecidos em contrato ou pelo art. 206 do Código Civil. Para que ela seja ajuizada, são necessárias provas escritas e documentadas, sendo a mais usual o próprio título vencido.

Fonte: https://blog.faturasimples.com.br/como-preparar-acao-de-cobranca-judicial/

Como cobrar uma nota promissória judicialmente?

Nesses casos o credor poderá cobrar o cheque judicialmente através de uma ação de execução. Para isso o credor deve se atentar à data de emissão do cheque, pois a ação de execução só pode ser proposta em até 6 meses após o prazo de apresentação do cheque ao banco.

Fonte: https://www.jornalcidademg.com.br/como-cobrar-e-executar-o-cheque-e-nota-promissoria/

Quando o banco pode penhorar bens?

De acordo com o documento, o banco pode penhorar quantos bens forem necessários para pagar o valor da dívida atualizado com juros, custas e honorários do advogado. ... Somente depois desse processo, e caso vença a ação, o banco poderá tentar executar a dívida, penhorando os seus bens.

Fonte: https://exame.com/seu-dinheiro/quando-a-divida-pode-levar-o-banco-a-penhorar-os-meus-bens/

Quantos anos se prescreve uma dívida bancária?

O que significa dívida caduca? Dívidas caducas são aquelas que têm mais de 5 anos. Após esse prazo, elas deixam de ficar disponíveis nos birôs de crédito, como a Serasa.

Fonte: https://www.serasa.com.br/ensina/seu-nome-limpo/divida-caduca/

Como cobrar título executivo extrajudicial?

Isto posto, a primeira opção do credor é proceder à cobrança judicial através da AÇÃO DE EXECUÇÃO, caso o título extrajudicial esteja dentro do prazo prescricional de 06 (seis) meses após a data de apresentação do CHEQUE, conforme determina o artigo 59, Lei nº 7.357, de 2 de setembro de 1985.

Fonte: https://jus.com.br/artigos/66616/execucao-e-cobranca-de-titulo-extrajudicial

Quais são os títulos executivos judiciais?

Desde que a sentença, acórdão ou decisão interlocutória reconheça a exigibilidade de obrigação de fazer, não fazer, entregar coisa ou pagar quantia, constituirá título executivo judicial. O reconhecimento acerca da exigibilidade da obrigação pode estar contido em decisão de cunho declaratório ou condenatório.

Fonte: http://genjuridico.com.br/2017/10/18/titulos-executivos-judiciais/

Advogados para o seu Divórcio

Rua da Bahia 905, salas 905/906 - Centro Belo Horizonte

Tel.: (31) 2555-8280 Whatsapp: (31) 2555-8280

Email: jeanpierreadvg@gmail.com             
© 2019 - Direitos reservados.